A história do Catuaí Palace Hotel se confunde com a história de seu idealizador: José da Consolação Caldeira, o popular Zé de Sinval. Zé, uma abreviatura de seu nome, e Sinval, uma referência ao seu pai. No início da década de 70, Zé de Sinval e sua esposa, dona Lourdes, mudaram-se do distrito de Lorena ( hoje, cidade-sede do município de Aricanduva) para Capelinha, trazendo os seis filhos: Ivan, Ildeu, Íris, Ivanir, Ilceu e Ildeir. Na bagagem, trouxeram também o sonho de uma vida melhor, condições para estudar os filhos e novas opções de trabalho e renda. O patriarca da família, até então, vivia de modo simples como trabalhador rural, cuidando de lavouras de milho, feijão, arroz e mandioca, além do ofício de tirar leite. Zé de Sinval, apesar de lutar bravamente pela sobrevivência familiar, era tido como um homem inteligente, de coragem e de grande visão comercial para a sua época. E essa verdade se confirmou ao mudar-se para Capelinha.

 

Rapidamente, sua vida começou a tomar novos e promissores rumos, passando a ganhar dinheiro com negócios no setor imobiliário. Construiu e comprou casas para revenda, bem como adquiriu terrenos na região, sendo, mais tarde, vendidos à Florestal Acesita, hoje Aperam. Em meados da década de 70, Zé de Sinval teve o privilégio de conhecer Walter Palmeira(in memorian), famoso produtor de Machado, no sul de Minas, e um dos principais pioneiros na implantação da cafeicultura em Capelinha e região.

Zé de Sinval não perdeu tempo e nem a oportunidade de deixar a sua marca e a sua contribuição para o surgimento e crescimento do parque cafeeiro, chegando a comprar e vender mais de 100 propriedades rurais na região para os novos investidores no setor, que chegavam a Capelinha.

Sua amizade foi tão forte com Walter Palmeira que os dois tornaram-se sócios no plantio superior a um milhão de pés de café na Fazenda Santo Antônio, município de Aricanduva. A partir daí, Zé de Sinval não parou mais de crescer e o sonho de uma vida melhor tornou-se realidade, ampliando seus negócios e apostando, cada vez mais, no potencial socioeconômico de Capelinha. Nessa altura, os filhos passaram a seguir os passos do pai. Zé de Sinval, no entanto, deixava claro para eles: "dou o anzol, mas cada um pesca o seu peixe". A lição foi absorvida e, em pouco tempo, os filhos reconheceram que o pai estava coberto de razão.

O HOTEL
 

Em l.988, Zé de Sinval foi responsável pela inauguração de uma das obras mais importantes da história moderna de Capelinha: o Catuaí Palace Hotel. Uma construção, no linguajar popular, arrojada para a época, com estilo diferenciado para os padrões locais, arquitetura avançada e com cinco andares. Surgia, assim, uma obra fantástica, contabilizada e propagada como um orgulho por

todos os capelinhenses. Até o governador de Minas, da época, Newton Cardoso, fez questão de estar presente na inauguração do hotel, confirmando a dimensão da obra.

 

Com o Catuaí Palace Hotel, Capelinha adquiriu verdadeiro "status" de cidade progressista, pólo de desenvolvimento e referência regional. Afinal, foi o primeiro hotel de alta categoria na região, com suíte presidencial, apartamentos espaçosos e confortáveis, ar condicionado, TV, telefone, frigobar, estacionamento privativo, lavanderia industrial e amplo salão de eventos. E o mais interessante: basta dizer que, mesmo passados mais de anos de sua inauguração, o Catuaí Palace Hotel, continua sendo um dos mais imponentes e modernos da região.

 

Não só preservou sua condição de alto nível, como também mantém os investimentos que ampliam sua qualidade. Continua confortável, bonito e moderno, está totalmente informatizado, é impecável em seus serviços, possui equipe profissional e treinada e pratica preços competitivos. Ainda sustenta o principal diferencial: é líder na preferência dos visitantes, turistas, empresários, produtores, vendedores, executivos, famílias e celebridades do meio artístico-cultural. Uma preferência consagrada por todos que valorizam o bom gosto, procuram tranqüilidade e não abrem mão da sensação de estar em sua própria casa.

O Catuaí Palace Hotel é tudo isso, proporciona todo esse prazer e se completa como um toque poético: pulsa como o coração, aquece como o sol, ilumina como a lua, brilha como as estrelas, respira aconchego, esbanja hospitalidade, exala alegria, cativa amizades e recebe de braços abertos e com o calor humano que é próprio da cultura e da essência do povo capelinhense.

© 2018 Catuaí Palace Hotel - Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Vinícius Sampaio